Tecnologia líder no mercado de telecomunicações

Integrando seu Elastix, FreePBX ou Trixbox com o ATI (Automatic Telco Identification)


provid-elastix

Uma das principais preocupações de qualquer empresa é quanto aos seus gastos, e se tratando de telefonia a maneira mais tradicional de se economizar é ter uma rota específica para cada operadora (rota de menor custo).

Porém após a adesão da portabilidade numérica já não é mais possível identificar a operadora apenas pelo prefixo telefônico. Para evitar enviar uma chamada pela rota de outra operadora (rota mais cara), precisamos apenas de um meio de consultar a operadora do número discado antes de encaminhar a chamada e é nesse ponto que entra o serviço de Identificação Automática de operadora de Telefonia (ATI).

Para isso precisamos apenas criar um cadastro no serviço de Identificação Automática de operadora de Telefone (ATI) (versão demo com 370 consultas gratuitas) e seguir os passos abaixo.

Antes de colocarmos a mão na massa é importante compreender como o serviço de Identificação Automática da operadora de Telefonia (ATI) funciona:

1 -> Quando o usuário disca para um número telefônico, essa chamada será encaminhada para o servidor ATI;

2 -> O ATI identifica a operadora e retorna uma resposta “302 Movido temporariamente” contendo o código RN1 da operadora + número consultado (o RN1 geralmente é formado por 553+CSP, onde CSP é o Código de Seleção de Operadora). Em caso de número inválido o ATI retorna 55300+número consultado. Verifique a lista de todos os códigos RN1 retornados pelo ATI.

3 -> Seu PBX encaminha a chamada para a rota de menor custo (tronco) de acordo com o código retornado pelo ATI.

Para fazer este reencaminhamento é preciso criar alguns troncos e rotas de saída no sistema.

Agora veremos como fazer esta configuração em 4 passos:

Passo 1: Criando o Trunk SIP para o ATI

Primeiro vamos criar um Trunk SIP de nome portabilidade apontando para o servidor port.sippulse.com. Não esqueça de aplicar as alterações após cada nova configuração.

Criando tronco SIP portabilidade ATI

host = port.sippulse.com
fromdomain = port.sippulse.com
fromuser = username ;(use seu usuário aqui)
username = username ;(use seu usuário aqui)
remotesecret = senha ;(use sua senha aqui)
port = 5060 ;(ou 5080)
type = peer
context = from-internal

Passo 2: Criando rotas de saída

Agora vamos criar rotas de saída para celular (outboundroutes) apontando para o Trunk portabilidade criado no passo anterior. Assim suas chamadas serão encaminhadas para o servidor de portabilidade. Estas chamadas serão devolvidas com um prefixo indicando a operadora. Lembrando que devemos criar uma regra separada para celulares de São Paulo com o nono dígito.

Obs: caso o controle dos bilhetes seja algo crítico para sua empresa, as rotas de saída devem ser criadas desta forma.

configurando rotas de saída para o ATI - serviço de consulta a portabilidade numérica

A primeira regra indica números com o 9 dígito, independente do código de área.
A segunda regra é para os demais números móveis, iniciados entre 6 e 9.

Passo 3: Criando os troncos para as operadoras

Sua central deve estar com os troncos criados para cada operadora através dos canais GSM que você possui instalado (ou operadora VOIP). Você pode usar nomes indicativos como TR_TIM, TR_VIVO, TR_OI e TR_CLARO. Não se esqueça de aplicar as alterações. No exemplo abaixo utilizamos um gateway GSM Khomp.

Criando tronco GSM

Passo 4: Criando as rotas de saídas para as operadoras

Para finalizar criamos as rotas de saída para cada operadora roteada pelo código enviado pelo ATI.

O prefixo 55341 é retornado para rotas pela TIM. Na sequência de troncos, selecione o tronco (previamente criado) que dá acesso com menor custo para esta operadora.

Configurando rotas de saída para as operadoras

Agora é só replicar o passo 4 para as demais operadoras que se deseja definir a rota específica (de menor custo) segue abaixo os códigos RN1 das principais prestadoras de serviço SMP no Brasil:

TIM: 55341;

CLARO: 55321;

VIVO: 55320, 55323;

OI: 55314, 55331;

NEXTEL: 55377, 55351;

Obs: Nextel 55351 também possui 9 dígito.

Obs.: Em caso de número não encontrado o ATI retorna o código 55000.

Após estas configurações sua central já está pronta para fazer ligações para números portados com menor custo.
Em casos de dúvidas ou problemas de configuração envie um e-mail para a equipe de suporte no endereço suportepulse@voffice.com.br.

Caso você ainda não seja um cliente ATI, faça uma experiência gratuita com nossa conta demo e observe você mesmo as vantagens da consulta de portabilidade.

Precisa cadastrar  mais operadoras? baixe a tabela completa de RN1 aqui.

Dúvidas? Sugestões? Deixe seu comentário!


Categorias: ATI - Automatic Telco Identification, Dicas Suporte